terça-feira, 19 de abril de 2022

DIÁRIOS DE ESCRITA COM A BIBLIOTECA


Sobre o quadro de Matisse, Retrato de Família, os alunos do 8ºA, da Dr.ª Paula Pina Cabral, escreveram:

 Hoje, irei descrever o quadro do pintor francês Matisse.

 Em segundo plano, temos uma lareira central em tons de azul, com pétalas desenhadas em tons escuros de vermelho e laranja. Em cima da lareira, encontram-se dois vasos de flores amarelas, vermelhas e azuis. Ambos são verde-água.

 No centro da lareira, encontra-se uma janela aberta que nos apresenta uma noite escura.

 A parede da sala tem um tom de amarelo pastel, com flores e pétalas em tons de azul e vermelho.

 Em cada lado da sala existem sofás. O da esquerda é em num tom vermelho vinho, com detalhes a amarelo ouro e o da direita, o contrário do da esquerda. No sofá, da esquerda, encontra-se uma mulher sentada. A sua pele é clara e parece ser macia. Os seus cabelos são negros, apanhados num rabo-de-cavalo baixo. Veste um vestido amarelo, com detalhes vermelhos.

 Nas suas mãos, segura um lenço branco.

 Em primeiro plano, estão duas mulheres que aparentam ser gémeas e uma outra mulher no canto direito.

 As duas mulheres gémeas vestem um vestido vermelho, curto e justo, cujas mangas são compridas. O tom de pele de ambas é pálido. Ambas têm cabelo em tons de castanho-escuro. Estão sentadas a jogar xadrez. A da esquerda, apresenta uma expressão de cansaço, já a da direita de concentração.

 A terceira mulher, de estatura alta, tem um tom de pele claro e os seus cabelos são ruivos e curtos. A sua expressão é de seriedade. Veste um longo vestido preto, com uma gola branca e segura uma esponja amarela.

 O chão é de madeira e com um tom de castanho-escuro. Sobre ele está uma carpete com desenhos antigos.

 A mesa de xadrez é tradicional, mas as suas bordas são douradas.

 Em suma, a pintura é bela!

Beatriz Jesus nº5

------------------------------------------------------------------

Irei falar sobre um lindo quadro do pintor Matisse.

Ao longe, podemos observar uma parede repleta de desenhos floridos em tons de vermelho e azul, que nos remetem para o luxo e requinte de tempos já há muito passados. Encostados à parede, encontram-se dois sofás: um num tom de amarelo com riscas coloridas e o outro num tom avermelhado forte sobrelotado de pequenas bolinhas pretas, amarelas e vermelhas.

Nele, está sentado, uma mulher com uma postura rígida e fria, com um olhar carregado de mágoas  passadas, que observa os filhos, no seu longo e luxuoso vestido amarelo.

Ao seu lado, encontra-se uma lareira acesa, num dia tempestuoso de inverno. Sobre ela, estão dois lindos jarrões de flores perfumadas e uma estatueta que representa o corpo feminino.

Em frente à lareira, dois irmãos jogam xadrez num conjunto de mesa e cadeiras feitos de talha dourada. Nos seus rostos podemos observar a doce felicidade da infância, que durante a vida vai desaparecendo. Ambos trajam macacões de manga comprida e vermelhos.

Observamos também uma empregada com olhos cansados e trabalhadores, vestida com um longo vestido preto, com detalhes de renda branca no seu pescoço e braços.

Para concluir, o quadro retrata uma família nobre, antiga, carregada dos luxos que muitos desejariam.

Leonor Braga Damasceno n°13 

------------------------------------------------------------------------

Texto descritivo – Rita Silva nº20

   Eu irei falar de uma obra de Matisse, um pintor francês.

   Em segundo plano, temos uma parede amarelada, com flores azuis e vermelhas, uma grande lareira azulada com dois padrões diferentes, mas parecidos. Um deles tem uma espécie de corações vermelhos, mas pequenos e o outro flores também vermelhas, mas um pouco maior. Junto à lareira, vemos dois sofás com cores quentes, um em amarelo torrado e outro no vermelho escuro. Estes têm também dois padrões diferentes: o sofá amarelo é às riscas em baixo e em cima, um típico padrão antiquado. Já o vermelho é às pintas azuis e amarelas.

   Em cima da lareira, vê-se uma janela da qual podemos observar o céu, num tom escuro. Em frente desta e soube a lareira, vemos uma estátua em bronze e duas jarras com flores.

   Em cima do sofá vermelho, está sentada uma mulher, com o cabelo preto, que contrasta com o seu claro tom de pele e que está a usar um vestido longo, florido e amarelo. No chão, um grande e colorido tapete combina com os sofás.

   Em primeiro plano, vemos duas senhoras a jogarem damas. A da esquerda é ruiva e pálida está usar um conjunto de camisola e calções vermelhos a combinar com a sua adversária. Contudo,esta tem o cabelo castanho e é um pouco mais morena. Usam ambas meias altas e pretas nos seus grandes pés. Podemos ver a menina da esquerda numa posição de concentração e a da direita na sua jogada. Podemos ver também uma mulher alta, ruiva e também pálida, com uniforme comprido e preto com a gola branca que nos dá a sensação de ser a empregada. Esta tem o seu pano amarelo na mão. A mesa em que as damas estão apoiadas, faz conjunto com os bancos dourados, clássicos e elegantes.

   Para concluir, é um quadro complexo, mas bonito, colorido, com cores que combinam entre si. É uma obra poderosa e traz uma sensação de uma noite de sexta-feira, depois da escola. Pois às sextas podemos descansar e divertirmo-nos.

-----------------------------------------------------------------------------------------

 Esta obra de Matisse retrata um serão de inverno de uma família.

 Como pano de fundo, observa-se uma pequena e acolhedora sala coberta com bonitos padrões de azulejos em diferentes cores. Bem no centro da sala está uma lareira, também revestida a azulejo, que dá suporte a um azulado e singelo espelho. Em frente à lareira, estão duas meninas sentadas em bancos, a jogar xadrez.

 Estas estão por cima de longo e exuberante tapete onde predominam os tons escuros. As meninas estão a usar bonitos e sedosos vestidos vermelhos, contrastando com o seu pálido e rosado tom de pele. As duas têm cabelo curto e acastanhado, porém em tons de claridade diferentes.

 As meninas estão a ser atentamente observadas pela mãe, cujo olhar, carregado e estourado, parece o de alguém que teve um longo e difícil dia de trabalho. Ela está com o cabelo amarrado e está a usar a típica farda de dona de casa.

  As meninas estão também a ser fitadas pela irmã mais velha, que está a limpar as loiças do jantar, numa tentativa de ajudar a mãe. Esta tem o cabelo escuro e está a usar um vestido amarelo vibrante. O seu cabelo é longo e vai até ao fundo das suas costas.

 Nesta obra, sobressaem os tons amarelados, acastanhados, azulados e avermelhados.

 Assim, concluo dizendo que Matisse conseguiu retratar de uma forma simples e subtil, um serão de inverno típico do século XIX.

Alexandre Guerra nº1 


quinta-feira, 7 de abril de 2022

quarta-feira, 30 de março de 2022

DIÁRIOS DE ESCRITA COM A BIBLIOTECA

 O Centenário de Saramago é uma efeméride que decorre entre 16 de novembro de 2021 e 16 de novembro de 2022 e que presta homenagem ao escritor e cidadão José Saramago, aprofundando a presença da sua obra e pensamento na vida cultural e cívica, em Portugal e no mundo.

 

No âmbito da actividade planificada de « Diários de escrita com a biblioteca», foram lidos excertos do livro “ As pequenas memórias” de Saramago, como ponto de partida para o desafio de escrita de textos deste género literário. Foi passado ainda, um pequeno powerpoint com a biografia, a autobiografia e fotos do autor.

A actividade foidirigida a três turmas do 8º ano: A, B, e D.




segunda-feira, 21 de março de 2022

EXPOSIÇÃO

 Realizou-se na Biblioteca da Escola EB1 de S. Tomé a exposição dos trabalhos artísticos realizados pelos alunos do 1º ano da professora Graça, « Quem vê caras vê corações ».

Integrado no propósito do seu fundador Mokichi Okada, de criar através da arte, uma sociedade alicerçada nos valores da verdade, do bem e do belo, o Concurso Moa de Desenho Infantil Porto, pretende contribuir para a promoção da Educação Artística.

E que bem que se expressaram os pequenos artistas!



Duas pequenas guias explicara direitinho os paíse escolhidos e representados nas obras de cada colega assim como a mensagem que cada um escreveu.
Os autores, esses estavam de baixo de cada obra pintada. Fabuloso!



No fim da visita cada um pode registar no livro de honra a sua impressão sobre a exposição.







quinta-feira, 3 de março de 2022

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA

 Realizou-se a fase Municipal do Concurso Nacional de Leitura.

Devido à pandemia, mais uma vez a prova realizou-se on-line,tendo os alunos dos três ciclos, realizado a prova na nossa Biblioteca.


Infelizmente nenhum passou à fase Distrital mas estão todos de PARABÉNS pela participação e entusiasmo com que se dedicaram à leitura.



quarta-feira, 2 de março de 2022

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

SEMANA DA EMPATIA UBUNTU

 De 21 a 25 de fevereiro a nossa Escola celebrou a SEMANA DA EMPATIA.

Durante toda a semana realizaram-se na nossa Biblioteca várias sessões  orientadas pela equipa Ubuntu da nossa Escola, constituída pelas Dr.as Cristina Silva, Márcia Silva, Patrícia Gonçalves e Susana Penso e dirigidas às turmas de 7º e 8º ano, que se deslocaram à Biblioteca para assistirem a pequenos vídeos de animação e refletirem sobre a sua mensagem.


Ainda na Biblioteca, construíram a Árvore dos Afetos, com elogios a pessoas que os alunos escolheram.

Os alunos foram ainda convidados a preencherem  o passaporte da Empatia, ao longo da semana, à sua vontade, com algumas ações definidas.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2022

DIÁRIO DE ESCRITA COM A BIBLIOTECA

Mais um texto da aluna:

Rita Silva nº20 8.ºA



Hi! My name is Sarah and I’m 14 years old.

Since I was a little girl I wanted to be a ballet dancer but , unfortunately, I don’t have money to pay a dance school . When I was 12 years old I tried to enter with a scholarship but,I didn’t pass the exams.

Since then ,after school, I go to the window of the studio and keep looking at the girls and boys dancing,and sometimes crying,because Miss. Alison (the teacher) sometimes is a little bit scary.

My mum doesn’t know this because, she says I cannot deceive me anymore. She is right but , I know one day I will be a ballet dancer. Ok,I’m going home now! Bye , see you tomorrow…

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022

DIÁRIO DE ESCRITA COM A BIBLIOTECA

Mais um texto sobre o quadro nº10



 Letícia Sousa Nº14 8ºA

                                           A day at the ballet

 

Once upon a time, there was a little girl, who had just started ballet two days ago, and she felt very lonely because she hadn’t made any friends yet. Her teacher was very demanding and said that she never did enough to please him. Some day, she ran out of the ballet room, because she felt very lonely and thought she was never enough for anyone. She started crying desperately, until a classmate from her group asked the teacher to leave the room and went to talk to her asking if everything was okay. Both talked, talked and talked...

 When they noticed the time, they had to go to class again. From that day on, the girl never felt alone again and made new friends.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2022

DIÁRIO DE ESCRITA COM A BIBLIOTECA

Mais um texto inspirado pelo quadro nº10, desta vez em Inglês.

Alexandre Guerra 8ºA nº1

The magic twirl

Once upon a time, there was a girl named Jane. She was one of the most beautiful girls, she had long red hair and big green eyes. Jane was an orphan girl, so she had to work a lot, during the day she did workhouse and at night she worked in a bar.

In her spare time, she danced ballet, as her dream was one day play the role of Giselle in a recital. Until one day everything changed... She was dancing ballet, like the other days and decided to do a pirouette with heels and when she did the jump she magically flew to another place. When she looked around she saw a long marble staircase and columns in worked limestone, she immediatlly realized where she was. She was in the prestigious and exquisite opera of Milan. After this she pinched her armand then realized that she was not dreaming. So she decided to climb the stairs towards the great auditorium. When she gothalfway up the stairs she started to hear her name being called and then she decided to follow the sound.

When she arrived she saw lots of ballerinas around a bearbed gentleman in an exquisite costume. Then she came to him, already tired of calling her name and said "its me". After that, she joined the others and the gentleman began to explain why they were there. He explained that were there to the auditium for the role of "Giselle" in the "sawn lake" recital. After that he said, that day they would do 2 tests (that day) and the final test would be done the next day.

The he explained that in the first test the would have to dance a piece of their choice without the ballet shoes. Jane was overjoyed, before her bought her shoes she danced without them. The test was almost over and she was super nervous. Suddenly her name was called, and then she took a deap breath and danced like no one was watching. In the end, she was overjoyed to see that she had passed, however looking around she noticed half people were no longer there.

After that, the rest followed the gentleman out of the enclosure. He led them towards a giant pudle of water, and there he explained that they were going to have jump into the pudle and that they could not splash. This time, Jane was going to be the first and let the fate dicide, when she was "started", she jumped and surprisingly didn`t splash. At the end of the test, only her and another girl left. After that they were escorted to the dormitories. Jane got to her room, lay down n her bed, and fell into sleep.

When she woke up she looked at her watch and realized she was late. She quickly dressed up an ran to the auditorium. When she arrived, the gentleman and her "partner" were sittig wainting for her. She apologized and soon began the test. He asked them to go on the stage and asked them "why do you dance ballet?".The other girl anticipated and said "because my parents want it". After her, Jane said that she danced because it was her dream, because it was in her blood and heart and that it was the reason she woke up every day. After that, gentleman without thinking twice said that the winner was Jane. And the other girl objected and said that it was unfair, because she was the best. The gentleman said that could even be the best in technique, but that Jane danced with passion, something she didn`t have because she danced for her parents and not for love.

After that, the girl ran out of the auditorium. The gentleman congraluated Jane and said she was going to work hard. A month passed, full of effort and finally the had arrived.

Jane got up early because of so much excitement. She got dressed and then went to the auditorium to get ready. Now the long awaited time had come. Jane walked up the stage and it was as if she was dreaming. The show was going great and when she took the last jump she magically returned to her normal life. But this time she was happy and fullied and ready for a new dream.